terça-feira, 2 de maio de 2017

Revolução Industrial -1760

          
Imagem 1

           Transformações tecnológicas, econômicas e sociais ocorridas na Europa à partir da 2º metade do século XVIII. Esse conjunto de transformações influenciou profundamente a vida de milhões de pessoas.
Esse primeiro momento da Revolução Industrial foi tipicamente inglês, marcando a passagem de um sistema de produção marcadamente agrário e artesanal para outro de cunho industrial dominado pelas fábricas e por máquinas.
As fases de produção tiveram três estágios:
·         Artesanal: o trabalho era realizado por inteiro pelo artesão.
·         Manufatureira: Havia já uma divisão de trabalho
·         Maquinofatura: O trabalho era realizado pelas máquinas. 
Imagem 2
Consolidação do Capitalismo Industrial
            A Revolução Industrial contribuiu para a consolidação do capitalismo industrial. 
Definindo Capitalismo
            No capitalismo existem duas classes distintas:
Burguesia (capitalista): Proprietária dos meios de produção: Edifícios, máquinas, ferramentas, matérias-primas, etc.
Proletariado: São os trabalhadores que vendem sua força de em troca de um salário. No sistema capitalista há o predomínio da propriedade privada dos meios de produção, o interesse pelo lucro e o acúmulo de capital.
 
Fatores que contribuíram para o pioneirismo inglês
1. Acúmulo de capital: Devido à política mercantilista, as atividades comerciais, agrícolas e manufatureiras a Inglaterra consegue acumular recursos para aplicar nas indústrias.
2. Crescimento populacional e êxodo rural: O aumento da produção de alimentos, o progresso na medicina contribuíram para o aumento populacional que não encontrando trabalho no campo migram para as cidades que se tornam abundantes em mão-de-obra. Além disso, houve o cercamento das terras para criação de ovelhas, para atender a demanda de lã no mercado europeu. Dessa maneira os camponeses foram expulsos e migraram para as cidades.
3. Posição geográfica favorável: O fato de a Inglaterra ser uma ilha situada próxima a Europa favorece o comércio. Sua posição privilegiada favorece o acesso aos grandes mercados.
4. Abundância de fontes de energia: A Inglaterra possuía grandes jazidas de carvão, que possibilitou desenvolver indústrias baseada no carvão mineral.
5. Desenvolvimento tecnológico: Promoveu a mecanização das fábricas, para o aumento de produtividade e consequente lucro. Principais máquinas: Máquinas de Fiar (1765), bastidor hidráulico (1769), tear mecânico (1785).
 
Principais consequências da Revolução Industrial
·         Consolidação do capitalismo;
·         Expansão do imperialismo;
·         Surgimento da Escola ajudando a disciplinar o trabalhador;
·         Dessacralização da natureza: antes sagrada ou criada por um ser sagrado, agora é vista como fonte de lucro;
·         Aumento da poluição
·         Família torna-se nuclear.
·         Aumento da produção de mercadorias, decorrente ao uso das máquinas.
 
Fases da Revolução Industrial
 
1ª fase: (1760-1870)
Países: Inglaterra (pioneira), França e Bélgica.
Fontes de energia: carvão e ferro
Setor industrial predominante: têxtil.
Tipo de capitalismo: Liberal: Sem a interferência do Estado.
Condições do Trabalhador: Exploração em larga escala do trabalho infantil e feminino. Jornadas de trabalho de até 18 horas por dia.
 
2ª Fase (1870-até 1945)
Países: Alemanha, Itália (norte), Rússia, EUA, Japão entre outros.
Fontes de energia: Eletricidade, Petróleo e Aço.
Setor industrial predominante: Petroquímico, siderúrgico, eletroeletrônico, automobilístico entre outros.
Tipo de capitalismo: Monopolista, controle das grandes empresas.
Condições do Trabalhador: Progressiva diminuição da jornada de trabalho; Proibição do trabalho infantil, organização dos trabalhadores em sindicatos. 
3ª fase (1945 até hoje)
Alguns historiadores têm considerado os avanços tecnológicos do século XX e XXI como a terceira etapa da Revolução Industrial. O computador, o fax, a engenharia genética, o celular seriam algumas das inovações dessa época
No período conhecido como Guerra Fria, que a corrida espacial, iniciada em 1957, foi travada entre os Estados Unidos e a União Soviética demostrando ainda mais, os avanços nas áreas da tecnologia e da produção de armamentos.
Nos avanços da metalurgia, as descobertas químicas foram essenciais para seu progresso, com o surgimento de novas ligas metálicas que proporcionaram o avanço dos meios de transportes, com a construção de naves espaciais e aeronaves.
Quanto aos trabalhadores, os direitos trabalhistas começam a se ampliar, diminuindo as horas de trabalho, incluindo benefícios e proibindo o trabalho infantil.
Todos esses fatores foram essenciais para a modernização das indústrias e que até os dias de hoje continuam marcando os avanços das tecnologias de informação bem como da globalização no mundo.
 
 
 Imagem 3
A máquina a vapor de James Watt
Fontes
www.sohistoria.com.br/resumos/revolucaoindustrial.php (texto e imagem 1)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário